Template by Labellaluna®  
Tem Xeretando
PEGUE UMA
 
 
OLHA O SOM
 
ColdPlay
Violet Hill
RECADINHOS
 


eXTReMe Tracker
Orkut
 
É NÓIS
 
Sou Labellaluna®, 47 anos, webdesigner, Paulistana morando em Ribeirão Preto com minha mãe e separada. Na minha bolsa levo documentos, dinheiro, cartões de crédito e talões de cheque(claro né?), celular, cartões de visitas, bateria do notebook, mini cds com apresentações, batom, brilho, lápis de boca, óculos de sol, halls suggar free, escova de cabelos, escova de dentes, pasta de dentes, fio dental e algo mais... Querem saber?
Sou Ma... Corretora de Imóveis,morando no Recreio dos Bandeirantes,Cidade maravilhosa, casada, idade: pula esta parte...
Na minha bolsa carrego quase minha casa: sempre um batom, minhas escovas (de cabelo e dentes) , Hp Financeira, tabelas, óculos de sol e o que mais sua imaginação for capaz de pensar...

Sou Alma Cigana ( a Boa Esposa do Pensando ...), 51 anos, quase 52 (completo dia 14 de maio próximo), microempresária, Gaucha, resido em Cachoeirinha, região metropolitana de Porto Alegre com ele ( o Pensando) e nosso filho mais 4 gatos e 2 cadelas. Na minha bolsa levo tudo e mais um pouco; Documentos, carteira de Plano de Saúde, chaves, celular, niqueleira, agenda,caderneta para anotações e uma nécessaire contendo minha vida : pinça, base para as unhas, acetona, algodão, cotonete, bandaid, pente (prefiro), escova e pasta de dente, fio dental e pasmem!!!! Toalha higiênica, uma calcinha e absorvente que já fazem um ano graças a Deus não preciso mais usar;
mas sabe como é, né?
O seguro morreu de velho... Não pode faltar nunca um bom livro... O restante vocês tem total liberdade para imaginar.

SEGUIDORES
 
 
FAVORITOS
 
 
 
ULTRAPASSADAS
 
ARCAICAS
AGENDA
 
AGENDA VIP
 











VIPS DOS VIPS
 





NOSSOS MIMOS


UOL

QUANTA GENTE?
ESTILISTA
 

« Home | Mal de Parkinson - Por Labellaluna® » | Virtualismos - Por Claudia » | Menopausa e Andropausa - por Labellaluna® » | Abecedário do ANTIGAMENTE - Por Claudia » | Apnéia do sono - Por Labellaluna® » | A Arte da Conquista - Por Claudia » | Doença de Alzheimer - Por Labellaluna® » | O Que Pode Nos Causar Raiva - Por Claudia » | Espinha Bífida - por Labellaluna® » | Hino Irracional Brasileiro - Por Claudia »

TPM - Por Claudia

* TPM em 4 fases (procura-se a autoria para entregar o Nobel)

* Segundo a visão masculina, dividiu-se a TPM em 4 fases principais:

*Fase 1 - a Fase Meiguinha* Tudo começa quando a mulher começa a ficar dengosa, grudentinha. Bom sinal? Talvez, se não fosse mais do que o normal. Ela te abraça do nada, fala com aquela vozinha de criança e com todas as palavras no diminutivo. A fase começa chegar ao fim quando ela diz que está com uma vontade absurda de comer chocolate. O que se segue, é uma mudança sutil desse comportamento, aparentemente inofensivo, para um temperamento um pouco mais depressivo.

*Fase 2 - a Fase Sensível* Ela passa a se emocionar com qualquer coisa, desde uma pequena rachadura em forma de gatinho no azulejo em frente à privada, até uma reprise de um documentário sobre a vida e a morte trágica de Lady Di. Esse estágio atinge um nível crítico com uma pergunta que assombra todos os homens, desde os inexperientes até os mais escolados como o meu pai: - Você acha que eu estou gorda? Notem que não é uma simples pergunta retórica. Reparem na entonação, na escolha das palavras. O uso simples do verbo "estou" ao invés da combinação "estou ficando", torna o efeito da pergunta muito mais explosiva do que possamos imaginar. E essa pergunta, meus amigos, é só o começo da pior fase da TPM. Essa pergunta é a linha divisória entre essa fase sensível da mulher para uma fase mais irascível.

*Fase 3 - a Fase Explosiva* Meus amigos, essa é a fase mais perigosa da TPM. Há relatos de mulheres que cometeram verdadeiros genocídios nessa fase. Desconfio até que várias limpezas étnicas tenham sido comandadas por mulheres na TPM. Exagero à parte, realmente essa é a pior fase do ciclo tepeêmico. Você chega na casa dela, ela está de pijama, pantufas e descabelada. A cara não é das melhores quando ela te dá um beijo bem rápido, seco e sem língua. Depois de alguns minutos de silêncio total da parte dela, você percebe que ela está assistindo aquele canal japonês que nem ela nem você sabem o nome. Parece ser uma novella ambientada na era feudal. Sem legendas... Então, meio sem graça, sem saber se fez alguma coisa errada, você faz aquela famosa pergunta: "Tá tudo bem?" A resposta é um simples e seca: "Tá", sem olhar na sua cara. Não satisfeito, você emenda um "Tem certeza?", que é respondido mais friamente com um rosnado baixo e cavernoso "teenhoo." . Aí, como somos legais e percebemos que ela não tá muito a fim de papo, deixamos quieto e passamos a tentar acompanhar o que Tanaka está tramando para tentar tirar Kazuke de Joshiro, o galã da novela que... - Merda, viu!? - ela rosna de repente. - Que foi? A Fase Explosiva acaba de atingir o seu ápice com essa pergunta. Sem querer, acabamos de puxar o gatilho. O que se segue são esporros do tipo: - Você não liga pra mim! Tá vendo que eu to aqui quase chorando e você nem pergunta o que eu tenho! Mas claro! Você só sabe falar de você mesmo! Ah, o seu dia foi uma merda? O meu também! E nem por isso eu fico aqui me lamuriando com você! E pára de me olhar com essa cara! Essa que você faz, e você sabe que me irrita! Você não sabe! Aquele vestido que você me deu ficou apertado! Aaaai, eu fico looooouca quando essas coisas me acontecem! Você também, não quis ir comigo no shopping trocar essa merda! O pior de tudo é que hoje, quando estava indo para o trabalho, um motoqueiro mexeu comigo e você não fez nada! Pra que serve esse seu Jiu Jitsu? Ah, você não estava comigo? Por que não estava comigo na hora? Tava com alguma vagabunda? Aquela sua colega de trabalho, só pode ser ela. E nem pra me trazer um chocolate! Cala sua boca! Sua voz me irrita! Aliás,vai embora antes que eu faça alguma besteira. Some da minha frente! Desnorteado, você pede o pinico e sai. Tenta dar um beijinho de boa noite e quase leva uma mordida.

*Fase 4 - a Fase da Cólica* No dia seguinte o telefone toca. É ela, com uma voz chorosa, dizendo que está com uma cólica absurda, de não conseguir nem andar. Você vai à casa dela e ela te recebe dócil, superamável. Faz uma cara de coitada, como se nada tivesse acontecido na noite anterior, e te pede pra ir à farmácia comprar um Atroveran, Ponstan ou Buscopan pra acabar com a dor dela. Você sai pra comprar o remédio meio aliviado, meio desconfiado. "O que aconteceu?", você se pergunta. "Tudo bem". Você pensa: " Acho que ela se livrou do encosto". Pronto! A paz reina novamente. A cólica dobra (literalmente) a fera e vocês voltam a ser um casal feliz. Pelo menos até daqui a 20 dias...



Na Bolsa da: Regiane Moreira em sábado, 18 de novembro de 2006 ás 11/18/2006 12:47:00 AM **
* *


Pode ser resumido no seguinte: Mulheres como estas vivem em função de seu útero e não de seu cérebro.Por isso temos menos poderes sociais do que os hs. Isso faz parte da vida da mulher e não arma de bestuntas para se dar bem na vida ou se fazer de vítimas.Nunca ninguém me viu vergada à mesntruação.Pelo contrário era até motivo para meter o pé na porta da vida e derrubar a discriminação que havia e que hoje fez da vida para a mulher muito mais fácil.

Xeretado por: Anonymous Blogue da Magui | 18 de novembro de 2006 14:06  

Aproveito para lembrar que hoje é dia 20 e estreou mais um blog. O link está no Vertentes de Mim. Venha participar da festa de estréia!

Xeretado por: Anonymous Ivan | 20 de novembro de 2006 16:03  

Ola querida,
Recebicom risada seu comment: quer dizer que voce é a mesma, esta morando aqui na terra e desistiu do casorio novo! Juroque pensei que estaria ate na fase filhos pequenos! Entao, viva o trabalho!!! E a vida livre!!! Quanto a TPM, acho que a minha começa direto na terceira fase: um dia acordo e tenho uma explosao de raiva por alguma coisa, ou pressinto que o mundo esta prestes a acabar por que tive um pensamento depressivo. Ai lembro: nada disso, devo ter entrado na tpm.Bingo! E me acalmo um pouco. Mas este comportamento "equilibrado" frente a essa cruel sindrome é fruto de anos de aprendizado com muito sofrimento. Ja tentei de tudo e cheguei a conclusao que so passara na menopausa. Terei que esperar uns bons anos me equilibrando... Beijos e o carinho da
Camille

Xeretado por: Anonymous Camille | 21 de novembro de 2006 21:22  

eu fico quietinho no meu cando, qualquer q seja a fase...

Xeretado por: Anonymous c72 | 22 de novembro de 2006 15:12  

O pior q éh assim mesmo que acontece....Não necessariamente nesta ordem de fase..mas eh bem assim q contece...adorei u texto e teu blog parabens..Bjo

Xeretado por: Anonymous karini | 22 de novembro de 2006 21:31  

Perfeitamente colocado. Não há como negar que é tudo verídico. Quase morri de rir...me vi nisso.
Beijokas

Xeretado por: Anonymous Drika | 23 de novembro de 2006 17:16  

aah hormoniosss...
5 dias antes, durante, e depois a ovulacao...
sobra alguns dia de humor normal???

aiaiaiaiiai...

Xeretado por: Anonymous Camila Nobre | 23 de novembro de 2006 22:20  

Links to this post

Criar um link

Layout Exclusivo - Labellaluna® Web