Template by Labellaluna®  
Tem Xeretando
PEGUE UMA
 
 
OLHA O SOM
 
ColdPlay
Violet Hill
RECADINHOS
 


eXTReMe Tracker
Orkut
 
É NÓIS
 
Sou Labellaluna®, 47 anos, webdesigner, Paulistana morando em Ribeirão Preto com minha mãe e separada. Na minha bolsa levo documentos, dinheiro, cartões de crédito e talões de cheque(claro né?), celular, cartões de visitas, bateria do notebook, mini cds com apresentações, batom, brilho, lápis de boca, óculos de sol, halls suggar free, escova de cabelos, escova de dentes, pasta de dentes, fio dental e algo mais... Querem saber?
Sou Ma... Corretora de Imóveis,morando no Recreio dos Bandeirantes,Cidade maravilhosa, casada, idade: pula esta parte...
Na minha bolsa carrego quase minha casa: sempre um batom, minhas escovas (de cabelo e dentes) , Hp Financeira, tabelas, óculos de sol e o que mais sua imaginação for capaz de pensar...

Sou Alma Cigana ( a Boa Esposa do Pensando ...), 51 anos, quase 52 (completo dia 14 de maio próximo), microempresária, Gaucha, resido em Cachoeirinha, região metropolitana de Porto Alegre com ele ( o Pensando) e nosso filho mais 4 gatos e 2 cadelas. Na minha bolsa levo tudo e mais um pouco; Documentos, carteira de Plano de Saúde, chaves, celular, niqueleira, agenda,caderneta para anotações e uma nécessaire contendo minha vida : pinça, base para as unhas, acetona, algodão, cotonete, bandaid, pente (prefiro), escova e pasta de dente, fio dental e pasmem!!!! Toalha higiênica, uma calcinha e absorvente que já fazem um ano graças a Deus não preciso mais usar;
mas sabe como é, né?
O seguro morreu de velho... Não pode faltar nunca um bom livro... O restante vocês tem total liberdade para imaginar.

SEGUIDORES
 
 
FAVORITOS
 
 
 
ULTRAPASSADAS
 
ARCAICAS
AGENDA
 
AGENDA VIP
 











VIPS DOS VIPS
 





NOSSOS MIMOS


UOL

QUANTA GENTE?
ESTILISTA
 

« Home | A Síndrome da Pressa - por Labellaluna® » | O Mistério da Escada - Por Claudia » | Transtornos Alimentares - Por Labellaluna® » | TPM - Por Claudia » | Mal de Parkinson - Por Labellaluna® » | Virtualismos - Por Claudia » | Menopausa e Andropausa - por Labellaluna® » | Abecedário do ANTIGAMENTE - Por Claudia » | Apnéia do sono - Por Labellaluna® » | A Arte da Conquista - Por Claudia »

Questões Virtuais - Por Claudia

A mais palpitante das questões virtuais, é aquela que envolve o conhecimento virtual, ou seja o que pode ser uma amizade, ou um romance virtual. Enfim, os Amores Virtuais. Até bem pouco tempo atrás, para alguém sentir atração por outra pessoa, tinha que haver o contato físico. As pessoas precisavam se conhecer, se ver, se tocar, para sentir que se gostavam. Muitas vezes, levando a enganos, pois nem sempre a aparência física representa a realidade da alma.

Alguns poderiam dizer: E a paquera telefônica? . Bem, a paquera telefônica servia como uma ponte para que houvesse o conhecimento. Conversas telefônicas, mesmo aqueles longos bate-papo que mantínhamos em nosso tempo, só serviam de preâmbulo para o conhecimento definitivo. Eram só conversas superficiais. E ainda tinha outro problema. Só serviam para namoros locais... pois a longa distância, era muito caro. E naquele tempo, gente, ligação interurbana era algo para horas de espera... Então, sempre era fácil passar-se do conhecimento telefônico para o físico. Bastava marcar o encontro. E muitas vezes tinha-se cada surpresa....

De repente, não mais que repente, surgiu a Internet, trazendo possibilidades mil para os corações solitários, e também para outros nem tanto. A facilidade de comunicação, e o custo relativamente baixo, possibilita longas conversas emaillisticas. Isso sem falar nos famosos chat's e icq's, que substituem a archaica conversa telephonica de meus velhos tempos. Quantas saudades... (não do telefone, mas dos velhos tempos...). O interessante é que através da Internet as pessoas se comunicam com muito mais liberdade do que pessoalmente. Com essa comunicação, podemos conhecer as idéias, a maneira de pensar de muitas pessoas. Através da telinha, fazem-se mais confidências, possibilitando conhecer-se a alma das pessoas, pelo menos daquelas que usam da sinceridade em suas conversas.

As pessoas abrem o coração, principalmente quando sentem que o interlocutor merece confiança, que é uma pessoa que as "escuta" com atenção e que jamais fará pouco de seus sentimentos. Afinidades são descobertas... As pessoas sentem um sentimento muito especial, chamado Amizade. Esse é o lado bom da coisa, possibilita a descoberta de muitas pessoas que podemos chamar de amigos, pelo menos virtualmente. Muitas vezes o sentimento de amizade pode tomar outros rumos. Achamos que a pessoa com quem dialogamos durante algum tempo começa a ser especial, e pode surgir até mesmo uma espécie de atração, primeiro passo para o amor. Afinal, trocamos tantas confidências... batemos longos papos...

Será que esse sentimento pode ser chamado de amor? Será que podemos amar uma pessoa que só conhecemos virtualmente? É bem possível, pois através de uma certa "convivência", começamos a conhecer a alma da pessoa em quem estamos interessados. Percebemos tratar-se de uma pessoa especial, e que merece todo nossa afeição, nosso carinho. Pode ser uma amizade mais forte, ou mesmo o amor. Não deixa de ser amor. Mas é um amor, a princípio etéreo, sonhador. Com seu desenvolvimento, lógico que existe a necessidade do contato físico, para reafirmar tudo aquilo que julgamos estar sentindo. O amor merece respeito, pois é um sentimento muito lindo. É esse o chamado momento da verdade.

Pois quando não houve aquela sinceridade nas conversas, sempre haverá o medo do confronto físico, e é onde muitos romances terminam. Onde o lado que escondeu a verdade geralmente prefere fugir. E na Internet, as fugas são fáceis. Por essa razão, é que certos cuidados são necessários, antes de se entregar de alma inteira a certos amores. Existem aqueles romances que após o contato físico desenvolvem-se maravilhosamente bem, pois houve sinceridade absoluta nas conversas virtuais. As almas conhecem-se à feição, possibilitando a afeição. E isso facilita a confirmação do amor. A atração física será mera conseqüência da atração anímica, pois apenas confirmará a escolha feita. E são amores que tem tudo para dar certo.

Nesses casos, o romance cibernético vira real e olha, que às vezes rende frutos totalmente inesperados. Para evitar surpresas desagradáveis, nunca é demais repetir, sempre devemos tomar certos cuidados durante a fase de conhecimento virtual. E, claro, usar-se sempre de muita sinceridade.

(Marcial Salaverry)

Na Bolsa da: Regiane Moreira em sábado, 16 de dezembro de 2006 ás 12/16/2006 12:02:00 AM **
* *


Lembrou-se de quem? rss Beijos, Blue.

Xeretado por: Anonymous Mister San | 16 de dezembro de 2006 00:14  

Esse texto mereceu mesmo ser publicado. Eu conheço pessoas que se casaram com quem conheceram na net. Ainda mais , a surpresa pelo físico etá superado porque tem câmara acoplada ao pc e vc pode conversar pelo fone ( de ouvido preferencialmente) escrevendo e vendo o outro pela câmara. Eu converso com amigos de outros paises assim.É como se estivessem em minha casa.
Clique em, ou copie e cole no end do seu pc. :
http://www.youtube.com/watch?v=es2uZX_NihA&eurl=

Xeretado por: Anonymous Blogue da Magui | 16 de dezembro de 2006 13:22  

OLA, CONFESSO, EU NAMOREI ON LINE E POSSO TE DIZER QUE FOI MUITO LEGAL, ELA EM SAMPA E EU NO RIO DE JANEIRO....FICAVAMOS AFOITOS EM NOS ENCONTRAR PELA WEB ( A GENTE NUM NAVEGAVA MAIS ERA O TEMPO TODO TROCANDO IDÉIA E SE OLHANDO, QUE COISA DE LOUCO) EEEEEE POSSO TE DIZER QUE PARECIA COMO QUE SE FOSSE PRESENCIAL.....O CELULAR NÃO PARAVA MAIS RS RS...BOM SÓ QUEEEEEE HAVIA UM POREM, ELA CASADA E EU TB, "MINHA ESPOSA DESCOBRIU" UM BELO DIA ESTAVAMOS TCENDO PELO MSN E ELA SIMPLESMENTE DISPAROU, EU GOSTO DE VC E QUERIA NAMORAR COM VC E ETC ETC....BOM TALVEZ VC PERGUNTE E VC QUE FEZ? GELEI, EU E O PC TRAVAMOS, NÃO SABIA O QUE DIZER OU COMO ME COMPORTAR......POR FIM FOI LINDO, HOJE ELA ANDA POR AI DE VEZ EM QUANDO ME APARECE...BOM VIM CONVIDAR VC PRA BRINCAR COM FOTOS ENCONTREI UM SITE QUE VC PODE MODIFICAR AS FOTOS ON LINE MUITO LEGAL.....
ABRAÇÃO MIGA

Xeretado por: Anonymous SHIPS | 17 de dezembro de 2006 11:46  

Claudinha!!! Seguinte: como eu sou um ser digital, a mim não me resta outra saída, senão me apaixonar e fazer amigos virtualmente. Eu tive um amor muito intenso há uns 2 anos atrás, virtual. Não houve frutos. Era muito looooonge!!!...rs. A minha opinião ainda é a mesma: as pessoas têm carência de uma atenção pra si. E as pessoas são tudo aquilo o que os olhos não vêem. Fala pra mim quantas creaturas você já não falou assim: é uma gracinha!... mas de boca fechada. Não é? Então. O conteúdo da pessoa é muito importante. Muito mesmo. Beleza ajuda pra caramba: papo de MSN--> "vc tem uma foto"?... rrrsss. Acontece que só estamos à vontade ao lado daquela pessoa que nos faz sentir bem. E isso vem de dentro. Beijos!!!...... Psyco.

Xeretado por: Anonymous Anonymous | 17 de dezembro de 2006 16:29  

Oi, tudo bem?
Tb acho que aquilo é um vírus...
O seu blog tá otimo, os textos otimos, e o templante tem o seu jeito de ser! Vc ganhou no concurso???
Me visite quando quiser, ok? Eu tb quero voltar aqui sempre...
Mil beijos...

Xeretado por: Anonymous Giovana | 17 de dezembro de 2006 20:12  

Olá Cláudia!

Em primeiro lugar, a música ta uma delícia!

E quanto a amores virtuais, só acho complicado quando a coisa fica só no virtual. Pode ser uma porta de entrada, mas para mim não basta.

Abraços!

E vem aí o amigo oculto!

Xeretado por: Anonymous Juliana | 18 de dezembro de 2006 18:46  

Cada vez fica mais comum pessoas que se conhecem via internet e acabam casando.
Que legal, mais uma forma de encontro, com a vantagem de propiciar encontros entre pessoas que moram em lugares às vezes bem distantes.
Eu andava meio sumida, vim matar as saudades, beijos

Xeretado por: Anonymous Jeanne | 18 de dezembro de 2006 19:18  

Há quem diga que amor virtual não tem futuro, porém, ao longo do tempo pode-se perceber como o sentimento é envolvente e verdadeiro. Tomando os devidos cuidados, é possível, sim, ser feliz!
Aproveito para te desejar um FELIZ NATAL, com muita paz no coração...
Um abraço!

Xeretado por: Anonymous Lúcia | 19 de dezembro de 2006 07:13  

Querida, te convido à ir até meu blog e (re)ler o texto de 20 de março deste ano. Talvez ele complete esse seu texto. E, se quiser, pode usá-lo, inclusive.

Xeretado por: Anonymous Ivan | 19 de dezembro de 2006 15:21  

POxa! É a primeira vez que entro aqui e achei o texto super bacana! Atualmente eu namoro uma pessoas super especial que conheci através da internet e me identifiquei totalmente com o que vc escreveu!
Bom Natal

Xeretado por: Anonymous Débora | 20 de dezembro de 2006 07:10  

Links to this post

Criar um link

Layout Exclusivo - Labellaluna® Web