Template by Labellaluna®  
Tem Xeretando
PEGUE UMA
 
 
OLHA O SOM
 
ColdPlay
Violet Hill
RECADINHOS
 


eXTReMe Tracker
Orkut
 
É NÓIS
 
Sou Labellaluna®, 47 anos, webdesigner, Paulistana morando em Ribeirão Preto com minha mãe e separada. Na minha bolsa levo documentos, dinheiro, cartões de crédito e talões de cheque(claro né?), celular, cartões de visitas, bateria do notebook, mini cds com apresentações, batom, brilho, lápis de boca, óculos de sol, halls suggar free, escova de cabelos, escova de dentes, pasta de dentes, fio dental e algo mais... Querem saber?
Sou Ma... Corretora de Imóveis,morando no Recreio dos Bandeirantes,Cidade maravilhosa, casada, idade: pula esta parte...
Na minha bolsa carrego quase minha casa: sempre um batom, minhas escovas (de cabelo e dentes) , Hp Financeira, tabelas, óculos de sol e o que mais sua imaginação for capaz de pensar...

Sou Alma Cigana ( a Boa Esposa do Pensando ...), 51 anos, quase 52 (completo dia 14 de maio próximo), microempresária, Gaucha, resido em Cachoeirinha, região metropolitana de Porto Alegre com ele ( o Pensando) e nosso filho mais 4 gatos e 2 cadelas. Na minha bolsa levo tudo e mais um pouco; Documentos, carteira de Plano de Saúde, chaves, celular, niqueleira, agenda,caderneta para anotações e uma nécessaire contendo minha vida : pinça, base para as unhas, acetona, algodão, cotonete, bandaid, pente (prefiro), escova e pasta de dente, fio dental e pasmem!!!! Toalha higiênica, uma calcinha e absorvente que já fazem um ano graças a Deus não preciso mais usar;
mas sabe como é, né?
O seguro morreu de velho... Não pode faltar nunca um bom livro... O restante vocês tem total liberdade para imaginar.

SEGUIDORES
 
 
FAVORITOS
 
 
 
ULTRAPASSADAS
 
ARCAICAS
AGENDA
 
AGENDA VIP
 











VIPS DOS VIPS
 





NOSSOS MIMOS


UOL

QUANTA GENTE?
ESTILISTA
 

sexta-feira, 27 de abril de 2007

Depois de um tempo, você aprende...Por Labellaluna®

" Depois de um tempo, você aprende a diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. Aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. Começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de uma mulher e não com a aflição de uma criança.


Aprende a construir todas as suas estradas 'hoje', porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo, você aprende que o Sol queima caso fique exposto por muito tempo.


Aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... Aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso. Também aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas num instante das quais poderá se arrepender pelo resto da vida.

Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o QUE você tem na vida, mas QUEM você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.


Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam; percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa, podem sair da sua vida muito depressa; por isso, sempre devemos deixar quem amamos com palavras amorosas, pois pode ser a última vez que os vemos.


Aprende que as circunstâncias e o ambiente acabam influindo sobre nós, mas que nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não nos devemos comparar com os outros, mas com o melhor que podemos ser.
Descobre que leva muito tempo para se tornar a pessoa que se quer ser, e que o tempo é curto.



Aprende que não importa aonde já chegou, mas onde está indo;mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve.


Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação – sempre existem dois lados.


Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências.


Aprende que paciência requer muita pratica. Descobre que, algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute, quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.


Aprende que maturidade tem mais a ver com as experiência vivenciadas e com o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou.


Aprende que há mais dos seus pais em você do que supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que 'o seu sonho' é uma bobagem, e que seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.



Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não lhe dá o direito de ser cruel.
Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer, não significa que não o ame, pois existem pessoas que nos amam, mas que, simplesmente, não sabem como demonstrar ou viver este sentimento.


Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo.


Aprende que, com a mesma severidade com que você julga, um dia você será condenado.


Aprende que não importa em quantos pedaços o seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.
Por isso, aprenda a plantar seu jardim e decorar sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe presenteie flores. Aprenda que você pode a tudo suportar, que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe, mesmo depois de achar que não o consegue mais. E você aprende, e você aprende, com todos os adeuses, você aprende...


Que, realmente, a vida tem valor e você tem valor diante da vida. Que nossas dádivas são traiçoeiras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar. "
-- baseado no texto original After a While, de Veronica A. Shoffstall --




Marcadores:

Na Bolsa da: Regiane Moreira ás 4/27/2007 11:55:00 PM **
* * *Comments * *Leia o Blog News*

sábado, 21 de abril de 2007

Saudade de Rê Bordosa - Por Claudia

Passaram-se anos desde sua morte, um falecimento acompanhado por milhares de fãs com um imenso pesar. E de nada adiantaria chorar pelo álcool derramado. Ela havia partido. Mais de uma década depois daquele fim anunciado, testemunhas juram de pés juntos que a entidade permanece viva em alguns bares sujos do submundo das metrópoles. Há até quem diga ter cruzado com ela em um banheiro pichado da cidade de São Paulo. Os boatos, porém, não são de todo infundados. Rê Bordosa ainda vive, mas suas histórias agora pertencem a uma perturbada caixa de memórias, um reduto que não guarda presente ou futuro, somente ébrias lembranças e uma garrafa vazia de vodca. “Tem dias que é melhor a gente não ver nossa cara no espelho, e nem a de quem dormiu com a gente”. Essa é uma das máximas que a personagem mais famosa do cartunista Angeli fala no Rê Bordosa – Vida e Obra de uma Porraloca, uma edição especial que coleta tiras e outras histórias da diva underground dos anos 80.

A publicação, com o selo da editora Devir, é apenas a primeira de uma série de três outras que resgatarão o melhor e o pior da personagem. As duas seguintes são: Rê Bordosa – A Morte de uma Porraloca, e Rê Bordosa – Memórias de uma Porraloca. Vida e Obra coleta algumas das melhores tiras de Rê Bordosa, incluindo aquelas protagonizadas com sua mãe e seu pai (sim, ela tinha família). Resgata também duas páginas de uma edição especial da também falecida revista Chiclete com Banana, em que é publicada a primeira entrevista com a famosa personagem. Basta dizer que, assim como tudo na vida de Rê Bordosa, a conversa terminou em sua banheira, com jornalista e tudo dentro (ops!). Vale ressaltar que a maior parte das histórias foi colorida para esta edição e que, assim como nas demais edições de Angeli publicadas pela coleção Sobras Completas (da Devir), a personagem título é desenhada em rascunhos e estudos que valem até ser ampliados e colocados na parede (do banheiro, claro).

INSETICIDA – Foram apenas quatro anos de vida, a maior parte deles dedicados ao universo do ‘sexo, drogas e rock’n’roll’. Raros foram os momentos de lucidez e quando eles existiam, serviam apenas para reflexão de uma boa ressaca moral (poucas vezes ressacas físicas, pois, afinal, Rê Bordosa era veterana no ramo). Seu divã era uma suja banheira, seu ambiente de trabalho era qualquer lugar com um homem por perto e, embora se relacionasse com vários tipos deles (e delas, em momentos de completa embriaguez), seu círculo social se resumia ao atendente por trás do balcão do bar. Era ele, fosse quem fosse, que ouvia, ou fingia ouvir, as desventuras de Rê Bordosa. Do outro lado do papel, os leitores liam com atenção e, na maior parte das ocasiões, riam daquele retrato que muitas vezes refletia eles mesmos. Em 84, quando foi publicada a primeira tira da personagem, a Aids ainda não era problema nas relações sexuais e as pessoas se entregavam aos entorpecentes de uma maneira mais para ‘Cristiane F.’ dos anos 80 do que a ‘paz e amor’ dos 70. Rê Bordosa foi filha legítima dessa geração.

Possivelmente, não sobreviveria ao complexo de culpa dos anos 90 e à atitude politicamente correta do fim de século. O próprio Angeli, criador e tutor de Rê Bordosa, se apercebeu disso a tempo e, justamente no momento de maior fama da personagem, anunciou sua morte. Para o cartunista, foi um oportunidade de investir em outros projetos pois, como ele mesmo afirmou, Rê Bordosa estava tomando rumos de estrela, de uma popularidade tão grande que inevitavelmente o transformaria em autor de uma obra só. Mesmo assim, a relação da ‘porraloca’ com os homens, a bebida e o mundo de uma forma geral ainda faz bastante sentido nos dias atuais de sexo (popozudas), drogas (McDonald’s) e rock’n’roll (painel de votação do Senado). Suas frases e pensamentos são tão atemporais quanto o traço de seu tutor, Angeli. É como ela disse certa vez, sentada em frente ao balcão de um bar qualquer: “Rê Bordosa, você não passa de uma barata, daquelas que não há inseticida que mate!”. por CAROL ALMEIDA





Na Bolsa da: Regiane Moreira ás 4/21/2007 12:03:00 AM **
* * *Comments * *Leia o Blog News*

sábado, 14 de abril de 2007

Teoria da conspiração - por Labellaluna®

Teoria da conspiração é uma teoria que supõe que um grupo de conspiradores está envolvido num plano e suprimiu a maior parte das provas desse mesmo plano e do seu envolvimento nele. O plano pode ser qualquer coisa desde a manipulação de governos, economias ou sistemas legais até à ocultação de informações científicas muito importantes.
No passado foram identificadas e provadas várias conspirações e é natural que todos os dias tenham lugar centenas de conspirações de maior ou menor importância. Por isso, mesmo que não existam provas, qualquer pessoa pode lançar uma teoria que se baseia em factos que nem ela própria conhece.

Uma vez demonstrada, uma conspiração deixa de ser uma teoria. Por isso, as teorias da conspiração estão necessariamente por confirmar.
Muitas vezes, estas teorias são defendidas por pessoas que acreditam em determinadas conclusões que não podem provar, e por isso usam uma teoria da conspiração para provar as conclusões e explicar porque é que não existem provas que sustentam essas conclusões - segundo eles, os autores da conspiração ocultam sempre as provas.
Uma teoria da conspiração é precisamente o contrário de uma teoria científica, já que não pode ser refutada: as provas que endossarim as teorias são utilizadas pelos seus defensores para provar que os conspiradores são tão perfeitos que as conseguem camuflar.
Assuntos relacionados com governos, nazistas, religiões (católicos, judeus, budistas) holocaustos,comunistas e extraterrestres podem estar associados e ser utilizado como instrumento para endossar uma boa teoria de conspiração. Estas teorias presentes no imaginário popular que deram origem aos livros, aos filmes ou aos seriados de televisão, embora muitas vezes com resultados catastróficos, dependendo do modo da divulgação se mostraram muito fáceis de aplicação e exploração.
Conspirações são fatos provados historicamente em seu tempo podendo tambem ser manipulados por governos para tentar aniquilar ou acabar com um povo ou uma cultura alegando que ele ou eles estão contra o mundo.
Governamentais ou não, algumas organizações historicamente reconhecidos por instigarem conspirações para o bem de seus governos ou propositos.
FBI CIA KGB Scyard Mc Donald's Coca Cola e Greenpeace etc).
Mortes Misteriosas
· 1 - Elvis Presley
· 2 - James Dean
· 3 - Marilyn Monroe
· 4 - Princesa Diana
· 5 - John F. Kennedy
· 6 - Bruce Lee
· 7 - en:Laura Palmer (Personagem da série de TV americana Twin Peaks de David Lynch que também virou filme, interpretada por en:Sheryl Lee, é um dos maiores sucessos da história da TV americana)
· 8 - Jim Morrison
· 9 - en:Falco_(musician) (Músico Austríaco)
· 10 - en:Lolo Ferrari (Dançarina e Atriz Pornô Francesa, conhecida pelos enormes seios)
· 11 - Napoleão Bonaparte
· 12 - Tupac Shakur (Rapper americano, também conhecido como 2 Pac)

Marcadores:

Na Bolsa da: Regiane Moreira ás 4/14/2007 11:16:00 AM **
* * *Comments * *Leia o Blog News*

sexta-feira, 6 de abril de 2007

Desafio - Por Claudia

Bom...Uns dias atrás aceitei um desafio do meu amigo Ricardo.Então aí está feita a minha parte...Lá vai...

EU ACHO: que não vou saber descrever esse treco aqui.
EU QUERO: ganhar na loteria, colocar todos os meus amigos num potinho.
EU TENHO: um rico dote... 1 escova de dentes azul bem usada, tenho um pinguim de geladeira,tenho uma coleção de papéis de carta e etc.
EU GOSTO: de alegria, de azul, dos amigos, do meu amor.. ah... sei lá.. de tudo que me deixa feliz...
EU ODEIO: que me cutuquem enqto falam, arroz doce,falsidade, tiririca e mais algumas coisas.
EU SINTO SAUDADES: da infância, dos amigos.
EU ESCUTO: neste momento escuto o meu cachorro latir, pink floyd,o silencio as vezes.
EU CHEIRO: amo cheiros, adoro todos
EU IMPLORO: eu não imploro... por favorrrr acreditem..
EU PROCURO: só coisas que me deixam pra cima.
EU ME PERGUNTO: Oncotô, proncovô?
EU ME ARREPENDO: de não ter feito escalpo de algumas pessoas em determinados momentos...
EU AMO: intensamente
EU SINTO DOR: as vezes...
EU SINTO FALTA: de vc ( Capicce?) rs
EU ME IMPORTO: com vc.
EU SEMPRE: falo o que sinto..
EU NÃO: consigo deixar de sorrir , mesmo qdo estou pra baixo.
EU ACREDITO: em duendes.
EU DANÇO: I Fly whit you – gigi dagostino rs (Capicce?)
EU CANTO: No chuveiro
EU CHORO: qdo alguém me magoa
EU FALHO: quase sempre.. não sou perfeita né? rs
EU LUTO: qdo quero sou bem leoa rs
EU ESCREVO: não sou boa em escrever.Ultimamente tenho tido incentivo pra isso.. quem sabe mais uns meses e consigo.
EU GANHO: qdo consigo fazer alguém sorrir
EU PERCO: ultimamente ando perdendo a hora
EU NUNCA: minto
EU ME CONFUNDO: não sei... estou confusa agora rs
EU NORMALMENTE SOU ENCONTRADO : aqui mesmo , na Net, MSN celular em casa ou numa banheira rs
EU SOU: tranqüila , azul, atenciosa
EU FICO FELIZ QUANDO: vejo alguém que amo feliz
EU ESPERO: o trem das sete rs
EU PRECISO: parar de trabalhar, viver num barco,caminhas com pés descalços na terra
EU DEVERIA: para de escrever agora e desejar uma Pácoa maravilhosa a todos rs

Bommm ta meia boca mas cumpri meu desafio rs...Eu não vou repassar pra ninguém , mas se vc gostou e quiser fazer em seu blog, eu deixo... Beijos azuizinhos






Na Bolsa da: Regiane Moreira ás 4/06/2007 11:52:00 PM **
* * *Comments * *Leia o Blog News*

Layout Exclusivo - Labellaluna® Web